EBITDA ajustado da Eternit cresce 16% e atinge R$ 49,6 milhões no 1T15 » Eternit » A Marca da Coruja

EBITDA ajustado da Eternit cresce 16% e atinge R$ 49,6 milhões no 1T15


O setor de materiais de construção encerrou o primeiro trimestre de 2015 bem abaixo da previsão de fechamento para 2015, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT), em função da queda de 8,8% nas vendas de materiais de construção neste período. Em contrapartida, a Eternit encerrou o 1T15 com desempenho superior ao do seu setor, com crescimento da receita bruta consolidada de 4,1%, utilizando as mesmas bases de comparação da ABRAMAT.

O volume vendido do mineral crisotila no 1T15 foi de 70,0 mil toneladas, inferior em 6,5% na comparação com o 1T14, em função do menor volume de vendas no mercado interno. No mesmo período, o volume vendido de fibrocimento foi de 214,9 mil toneladas, praticamente estável em relação ao 1T14, enquanto as telhas de concreto apresentaram redução de 28,3% devido à retração de demanda do setor, em especial, deste segmento, que sazonalmente ocorre em todo primeiro trimestre (período de chuvas).

A receita líquida consolidada no 1T15 somou R$ 252,7 milhões, 3,7% superior quando comparada com o 1T14, decorrente, especialmente, do reposicionamento de preços e apreciação do dólar frente ao real, que neutralizaram, parcialmente, as reduções dos volumes vendidos de telhas de concreto e de mineral crisotila.

O EBITDA ajustado no 1T15 atingiu R$ 49,6 milhões, 15,8% maior que o registrado no 1T14, em função, principalmente, do acréscimo de 3,5% do lucro bruto e da redução das despesas operacionais. O lucro líquido apresentou retração de 14,2% no mesmo período de comparação, atingindo R$ 20,2 milhões no 1T15, decorrente, principalmente, de um resultado financeiro líquido menor e equivalência patrimonial.

Os investimentos no primeiro trimestre de 2015 somaram R$ 14,1 milhões, sendo (i) R$ 4,7 milhões à instalação da unidade de pesquisa, desenvolvimento e produção de insumos para materiais de construção no Estado do Amazonas e (ii) R$ 9,4 milhões à manutenção e atualização do parque industrial do Grupo.

Mais informações acesse o site de Relações com Investidores www.eternit.com.br/ri

Compartilhe


Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas pode optar por rejeitar, se desejar.
Ler mais
Política de Privacidade e Cookies